Music, Shares

You Can’t Win, Charlie Brown – “Over the Sun / Under the Water”

sxsweveryband:

You Can’t Win, Charlie Brown – “Over the Sun / Under the Water”

You Can’t Win, Charlie Brown not only wins my “favorite band name” award for the first two announcements (sorry Wheelchair Sports Camp), but they also have been a really interesting new discovery.  I wasn’t entirely engaged at first listen, but their genre-hopping tendencies have yielded a really solid debut LP.  The Portuguese band’s base sound is in the folk-rock realm.  Think of them like a more pop-leaning version of The Decemberists at least in terms of instrumentation and general vibe.  What really makes the band stand out for me is there is a consistently honest tone even if they aren’t blowing any minds sonically.  The vocals aren’t anything amazing, but there is a rugged and soulful nature applied to each word.  Even though their sound dips into all sorts of different genres throughout the record, it all comes together quite nice as a whole.  Not to throw any wild claims out there, but I hear a ton of late-era Beatles in parts of their songs, which provides a nice comfort like a kind, new friend.  I really like You Can’t Win Charlie Brown and they have the potential to be a SXSW highlight come March.

Quotes, Shares

makintosh

O Capitão John (extraordinário homem!) tirou o traje, sacudiu-o, meteu o monóculo e os dentes postiços dentro do bolso das calças, dobrou tudo cuidadosamente, guardou tudo ao abrigo do orvalho debaixo do seu makintosh, alisou o cabelo, tomou um bochecho de água, e estirou-se de lado para dormir com correção e conforto. O barão e eu, depois de contemplar, rindo, estes requintes, embrulhamo-nos simplesmente num cobertor; e daí a pouco envolvia-nos aquele sono profundo, absoluto, sem sonhos, sem movimentos, que é a recompensa e a consolação de quem moureja por estas terras negras.

Excerto d’As Minas do Rei Salomão, tradução de Eça de Queiroz

O que andei para saber o que era um makintosh…

Music, Shares

Sleep

The evening hangs beneath the moon,
A silver thread on darkened dune.
With closing eyes and resting head
I know that sleep is coming soon.

Upon my pillow, safe in bed.
A thousand pictures fill my head,
I cannot sleep, my mind’s a-flight;
And yet my limbs seem made of lead.

If there are noises in the night,
A frightening shadow, flickering light;
Then I surreneder unto sleep,
Where clouds of dream give second sight.

What dreams may come, both dark and deep,
Of flying wings and soaring leap
As I surrender unto sleep,
As I surrender unto sleep.

Quotes, Shares

I can relate…

Estamos todos habituados a considerar-nos como primordialmente realidades mentais, e aos outros como directamente realidades físicas, para efeitos nos olhos dos outros; vagamente consideramos os outros como realidades mentais, mas só no amor ou no conflito tomamos verdadeira consciência de que os outros têm sobretudo alma, como nós para nós.
Perco-me, por isso, às vezes, numa imaginação fútil de que espécie de gente serei para os que me vêem, como é a minha voz, que tipo de figura deixo escrita na memória involuntária dos outros, de que maneira os meus gestos, as minhas palavras, a minha vida aparente, se gravam nas retinas da interpretação alheia.

Fernando Pessoa n’O Livro do Desassossego
Quotes, Shares

Eu sou o meu avô!

Exmo Sr. Ministro da Defesa,

Venho deste modo explicar-lhe uma situação delicada que tem vindo a ocorrer, de maneira a poder obter um eventual apoio vindo de Vossa Exa;

Tenho 24 anos, e fui esta semana chamado para ir à tropa. Sou casado com uma viúva de 44 anos, mãe de uma jovem de 25 anos, da qual sou padrasto.

O meu pai por outro lado casou-se com essa jovem em questão.
Neste momento, o meu pai passou a ser o meu genro, uma vez que se casou com a minha filha. Deste modo, a minha filha, ou chamemos-lhe, enteada, passou a ser a
minha madrasta, uma vez que é casada com o meu pai.

A minha esposa e eu tivemos, no mês passado, um filho. Esse filho tomou-se o irmão da mulher do meu pai, portanto o cunhado do meu pai. O que faz com que seja o meu tio, uma vez que é o irmão da minha madrasta.
O meu filho é, portanto, o meu tio…

A mulher do meu pai teve no Natal um rapaz, que é ao mesmo tempo o meu irmão, uma vez que ele é filho do meu pai, mas o meu neto por ser o filho da minha enteada, filha da minha esposa. Desta maneira sou o irmão do meu neto! !…

E como o marido da mãe de uma pessoa é o pai da mesma, verifiquei que sou o pai da minha esposa, e o irmão do meu filho.

Resumindo: sou o meu avô!!!

Deste modo, Sr Ministro, peço-lhe que estude pacientemente o meu caso, porque a lei não permite que o pai, o filho, e o neto sejam chamados à tropa na mesma altura. Agradecendo antecipadamente a sua atenção, mando-lhe os meu melhores cumprimentos.